Caála-Kabuscorp centram atenções

Hoje, a partir das 15h00, no Huambo, se o Recreativo da Caála e o Kabuscorp do Palanca "estiverem em grande" em campo; bem afinados no capítulo técnico e táctico, com futebol altamente ofensivo e , por isso mesmo, com finalizações eficazes, podem marcar golos e somar pontos que os poderá colocar provisoriamente na liderança do Girabola ZAP, até à conclusão, quarta-feira, da primeira jornada da primeira volta.

Hoje, a partir das 15h00, no Huambo, se o Recreativo da Caála e o Kabuscorp do Palanca \"estiverem em grande\" em campo; bem afinados no capítulo técnico e táctico, com futebol altamente ofensivo e , por isso mesmo, com finalizações eficazes, podem marcar golos e somar pontos que os poderá colocar provisoriamente na liderança do Girabola ZAP, até à conclusão, quarta-feira, da primeira jornada da primeira volta. Também para esta segunda-feira está previsto, no estádio do Tafe, em Cabinda, jogo entre o Sporting local a Académica do Lobito, que ontem não foi disputado devido à dificuldade de transporte da equipa lobitanga.
A jornada aberta sábado até aqui já produziu vários resultados , uns previstos, outros nem tanto assim e, em relação ao jogo Caála-Kabuscorp, marcado para hoje, é bom que se diga que as duas equipas podem aproveitar o facto de já conhecerem os resultados dos desafios disputados e \"dispararem\" para a vitória, sobretudo a equipa da casa orientada por David Dias, técnico que em 2011 colocou-a na condição de vice-campeã.
Esta época David Dias regressou para um contrato que visa colocar a equipa do Planalto Central nos dez (10) primeiros lugares, uma ambição modesta para quem já chegou mais acima há seis anos.
É  claro que o Kabuscorp do Palanca não vai à casa do Caála fazer turismo. A ambição é a soma de três pontos, com um plantel onde, ao que se disse oficiosamente, constam reforços de peso, contratados às equipas do TP Mazembe, Motema Ya Pembe e Vita Clube de Kinshasa.
O português Sérgio Traguil, novo treinador do Kabuscorp do Palanca, para a esta época, assinou um contrato para um ano e mais outro de opção, com a missão de conquistar o título que foje desde 2013. Para começar, ele e os seus pupilos estarão à prova, no reduto do Caála.

SPORTING-ACADÉMICA

O Sporting de Cabinda, que pela primeira vez estreou-se no Girabola de 2002, e que teve, até hoje, a sua melhor época em 2009, recebe também hoje a Académica do Lobito.
Os Leões de Cabinda definiram a árdua pretensão de terminarem entre os seis primeiros classificados, mesmo sabendo que há equipas de outros clubes que mais investiram em jogadores e outros meios.
Esta ambição deve começar justamente hoje em casa contra a equipa que lá desembarcou às ordens do técnico Rui Garcia. A este treinador a direcção dos \"estudantes\" do Lobito apenas quer que assegure a permanência. A ver vamos.
De resto, disputados que estão a maioria dos jogos da primeira jornada, os números revelam que os avançados estão perluários no ataque, porque faltou ver muitos golos.
Os reforços notados e anotados na pré-época devem, nas proximas jornadas, revelar mais faro para golos, que são a vitamina dos desafios e, assim, animarem a festa, a competitividade, a concorrência entre as equipas.
Está para se ver o que resultará dos jogos de quarta-feira, em que o campeão defrontará um adversário que muitas vezes já o fez vida cara e também os tricolores com a possibilidade teoria de aplicarem a primeira goleada a um adversário que, sem desprimor ou desprezo, está no campeonato para animar a festa ou, no mínimo, defender a sua manuteção, em representação de uma província que, verdade s eja dita, não tem marcas de registo nos anais do futebol doméstico.
Mas, também, se o Eval supreender o Petro será um tónico para a prova. Oxalá!