Soares quer brilhar no 22 de Junho

Com os níveis de motivação altos, resultante do triunfo sobre o Kabuscorp do Palanca, 2-1, na jornada anterior, o Desportivo da Huíla revela-se determinado a contrariar amanhã à tarde no Estádio 22 de Junho, em Luanda, o favoritismo do Interclube.

Com os níveis de motivação altos, resultante do triunfo sobre o Kabuscorp do Palanca, 2-1, na jornada anterior, o Desportivo da Huíla revela-se determinado a contrariar amanhã à tarde no Estádio 22 de Junho, em Luanda, o favoritismo do Interclube. Por esse facto, os militares da Região Sul auguram como ambição natural  vencer o jogo que é válido para a quarta jornada do Girabola Zap 2018/2019.
Mário Soares, técnico principal da formação afecta à Região Militar Sul, qualificou o desafio como de elevado grau de dificuldade. 
O técnico, com foco definido, garantiu que ainda assim o objectivo é fechar a fase mais difícil do calendário da equipa, que envolveu três candidatos ao título, com um resultado satisfatório no jogo com os polícias, após derrota diante do 1º de Agosto, na segunda jornada, e vitória no jogo com o Kabuscorp na ronda passada.
“É um calendário bastante difícil, porque nas quatro primeiras jornadas tivemos três candidatos ao título, o 1º de Agosto, Kabuscorp e agora o Interclube, o que de certa forma não deixa de preocupar. Por isso, é um desafio com um grande grau de dificuldade diante do terceiro candidato. Vamos lá (amanhã a Luanda) para fazer um bom jogo e quem sabe um excelente resultado”, disse. 
Para o efeito, a aposta centrou-se no trabalho definido e em algumas introduções em atenção às especificidades e características do adversário. 
Mário Soares descreveu o Interclube como aguerrido, voluntarioso, agressivo na disputa da bola e com um modelo táctico muito forte, aliado ao espírito de entreajuda. Entende, que tais virtudes resultam da forma de trabalhar e do método do técnico principal, Rui Garcia, de montar as suas equipas.
“Primeiro, temos de saber como é que o Interclube se apresenta. Embora, sabemos do treinador, de como ele apresenta as suas equipas, aguerridas, muito voluntariosas, agressivas na disputa da bola e com um modelo táctico muito forte, com um espírito de entreajuda bom. Reconhecemos isso, no Interclube, a capacidade do treinador em montar a equipa dessa forma”, descreveu.
O avançado nigeriano Razaq, reforço que na época passada defendeu o 1º de Agosto, e o médio ofensivo Nandinho que representou o Petro de Luanda no último Girabola Zap, constituem as grandes novidades na lista de convocados de Mário Soares para o desafio.
As duas aquisições falharam os jogos das três primeiras jornadas por serem integradas apenas na semana passada, e por isso, estavam sem o entrosamento necessário com relação ao resto do grupo.