Angola pronta para a Zâmbia

A selecção nacional de sub-18 de Futsal entra hoje às escuras no jogo frente à sua congénere da Zâmbia, agendado para às 16h00, no Pavilhão da Cidadela, válido para a primeira mão da eliminatória de acesso à III edição dos Jogos Olímpicos da Juventude, agendado para Outubro, em Buenos Aires, Argentina. Quem o diz é o seleccionador, Rui Sampaio, à margem da habitual conferência de antevisão da partida.

A selecção nacional de sub-18 de Futsal entra hoje às escuras no jogo frente à sua congénere da Zâmbia, agendado para às 16h00, no Pavilhão da Cidadela, válido para a primeira mão da eliminatória de acesso à III edição dos Jogos Olímpicos da Juventude, agendado para Outubro, em Buenos Aires, Argentina. Quem o diz é o seleccionador, Rui Sampaio, à margem da habitual conferência de antevisão da partida.
 \"Em termos desportivos estamos bem, conseguimos formar uma equipa e  sentimos que o objectivo foi cumprido. A preparação teve um início não muito bom, depois melhorou e, na ponta final, estivemos bem melhor. Estamos satisfeitos e isso também motiva o grupo\", disse.
Apesar de reconhecer que o grupo está preparado para o jogo e com automatismos suficientes para fazer uma boa partida em casa, diante dos seus adeptos, o técnico confessou estar com algum receio em virtude de não obter informações que pudessem ajudar a equipa técnica trabalhar sobre os pontos fortes e fracos da Zâmbia.
\"Não conhecemos o adversário e neste momento é o nosso maior problema, porque infelizmente não temos nas nossas embaixadas quem pudesse trabalhar para nós, fornecendo os dados suficientes. Tentamos várias vezes contactar a embaixada na Zâmbia, mas os telefones não funcionam\", deplorou o seleccionador nacional.
\"Portanto, vamos às cegas e quando se vai às cegas temos de ser nós a mandar no jogo. Como é um sistema de eliminatória, os golos contam e os sofridos principalmente, então vamos trabalhar para não sofrer golos e marcar o máximo possível que nos garanta um resultado confortável, para irmos à segunda mão com tranquilidade. Conheço minimamente a equipa técnica da Zâmbia e posso garantir que o adversário não será uma pêra doce\", acrescentou Rui Sampaio.
O seleccionador antevê, no entanto, uma eliminatória muito difícil por um lado e, por outro, admitiu estar com receio de que a Zâmbia surja com uma equipa com idades falsas, já que ficou a saber que o adversário vem com apenas doze jogadores, quando a lei permite que sejam catorze.
\"Isso leva a que comecemos a duvidar de certas coisas. Estamos em África onde normalmente temos estes problemas com idades e espero que a Zâmbia não faça isso. Mas, quanto ao estado da equipa, posso garantir que estamos muito bem preparados para fazer um bom jogo\", assegurou, para em seguida finalizar que o grande objectivo do grupo é chegar à final e ganhar, embora sublinhe que \"entre o querer e o poder há muita coisa que se diga\".


EQUIPA PROVÁVEL
Selecção aposta
tudo no ataque

O ataque deverá ser a grande aposta da selecção nacional de futsal de sub-18 para o jogo frente a Zâmbia, agendado para esta tarde, no pavilhão da Cidadela Desportiva. De acordo ao que deixou transparecer o seleccionador durante a semana de preparação, o conjunto deverá apostar num futebol dinâmico, intenso e com pressão alta sobre o adversário.
A ideia, segundo consta, é assumir o domínio da partida para submeter o adversário à sua defesa. A estratégia visa sufocar a Zâmbia, mas sobretudo criar condições para que Angola possa ganhar maior posse de bola e, por via disso, chegar mais vezes ao golo, como fez questão de assegurar Rui Sampaio, durante a conferência de imprensa.
Pressionados pela necessidade imperiosa de vencerem o jogo pela maior margem de golos, de formas a acalentarem as esperanças na qualificação à próxima fase da eliminatória, o seleccionador e os atletas esperam abordar o jogo diante da jovem selecção zambiana com uma postura extremamente ofensiva sem descurar a componente defensiva, para evitar sofrer riscos desnecessários.
Integram o \"cinco\" provável da selecção os seguintes atletas: Kupalissa (guarda-redes), Reveldinho, Ruizinho, Teodoro e Ivaldo. Completam o grupo Floreano Pena, Edileuson Katimba, Leandro Kelvin, Joseph do Rosário, Pedro Zeca, Victorino, José Ivaldo e Nandinho Crinica.