Clássicos marcam jornada da Premier League

A 14ª jornada da Premier League reserva para amanhã três clássicos. Tratam-se dos jogos entre Arsenal e Tottenham, o Chelsea-Fulham, bem como o que vai opor o Liverpool e Everton, numa ronda em que o Manchester City vai tentar manter-se na liderança da classificação, quando jogar hoje com o Bournemouth.

A 14ª jornada da Premier League reserva para amanhã três clássicos. Tratam-se dos jogos entre Arsenal e Tottenham, o Chelsea-Fulham, bem como o que vai opor o Liverpool e Everton, numa ronda em que o Manchester City vai tentar manter-se na liderança da classificação, quando jogar hoje com o Bournemouth. Na Espanha, o Barcelona procura voltar ao topo da tabela classificativa no desafio diante do Villarreal, ao passo que, na Alemanha, o Dortmund procura esquecer o empate de quarta-feira, na Liga dos Campeões, e vencer o Freiburg para continuar no comando da Bundesliga.
Entre \"Gunners\" e \"Spurs\", as duas potências do norte de Londres, a proximidade é tanto geográfica quanto na classificação. Em caso de vitória, o Arsenal (5º, 27 pontos) pode alcançar o rival (3º, 30 pontos) ou mesmo subir ao pódio do campeonato, pela primeira vez na época.
Mas o Tottenham vem de seis vitórias seguidas em todas as competições, incluindo um importante triunfo sobre a Inter de Milão (1-0) esta semana na Liga dos Campeões, e tem a ambição de alcançar o City (35 pontos), que defronta o Bournemouth (8º).
Já o Liverpool (2º, 33 pontos) vai tentar acompanhar o ritmo infernal dos \"Citizens\" e precisa de uma vitória sobre o Everton (6º, 22 pontos), arqui-rival da cidade dos Beatles.
Os \"Reds\" perderam na quarta-feira com o PSG na Liga dos Campeões (2-1), mas a confiança diante do Everton segue intacta: o Liverpool não perde um dérbi desde 2010 e, em Anfield, desde 1999.
O Chelsea (4º, 28 pontos) joga para voltar ao pódio da Premier League e tem tudo para alcançar o objectivo, já que defronta o lanterna-vermelha Fulham.
Hoje, o Manchester United (7º, 21 pontos) visita o Southampton (18º), à procura da primeira vitória na Premier League em mais de três semanas. Vêm de uma vitória tangencial diante do Young Boys, para a quinta jornada da Liga dos Campeões.

LA LIGA 
O equilíbrio é marcante na Liga Espanhola. Sevila (1º, 26 pontos), Baecelona (2º, 25 pontos) e Atlético (3º, 24 pontos) estão muito próximos na classificação e um desaire de uma delas e  vitória da outro, pode causar alteração no pódio da classificação.
Barcelona e Atlético jogam amanhã, com os Colchoneros a visitarem o Girona e os catalães a receberem o Villareal. 
O Real Madrid, a fazer uma prova aquém do estatuto de tri-campeão da “Champions”, tem hoje um embate complicado, na recepção ao sempre difícil Villarreal. Aos \"Merengues\" apenas a vitória interessa, na intenção de fugirem do modesto sexto lugar da classificação (20 pontos), fora do apuramento à Liga dos Campeões, algo que se dá após três épocas seguidas como a melhor equipa da Europa.
 
BUNDESLIGA 
Depois de empatar com o Club Brugge sem golos, em pleno estádio Signal Iduna Park, na quarta-feira, resultado que o tirou da liderança do Grupo A da Liga dos Campeões, o Borussia Dortmund pensa agora na partida de hoje com o Freiburg, também em casa, para a 13ª jornada do Campeonato Alemão.
O 0-0 foi suficiente para confirmar a qualificação para as oitavos de final da \"Champions\", mas tirou os \"Aurinegros\" do topo da classificação. 
Na Bundesliga, porém, a situação é completamente favorável. O Dortmund levou a melhor em sete das últimas oito partidas e está firme na liderança, com 30 pontos, quatro a mais que o segundo, o Borussia Mönchengladbach. Já o Freiburg obteve apenas um triunfo nos últimos sete compromissos e vem em 11º lugar, com 14 pontos. 
Sem vencer nas três partidas anteriores pelo campeonato, o Bayern de Munique é apenas o quinto classificado. No entanto, a equipa ganhou moral ao golear o Benfica por 5-1, para o Grupo E da \"Champions\", competição em que já garantiu a vaga nos \"oitavos\".
Para voltar aos primeiros quatro classificados, o actual hexacampeão precisa derrotar o Werder Bremen, que ocupa a sétima posição. O jogo acontece hoje, no estádio Weserstadion.

SÉRIE A
A líder Juventus ainda não conheceu o sabor amargo da derrota nesta edição do Calcio e pretende continuar na mesma senda, nesta 14ª jornada, que inicia hoje. Para isso, tem que vencer ou no mínimo empatar logo mais, na visita a Fiorentina. Amanhã, o Inter visita a Roma, ao passo que Nápolis e Atalanta encerram a ronda na segunda-feira. A Velha Senhora lidera, de forma folgada, a competição com 37 pontos, seguida do Nápolis e do Inter (29 e 28 pontos).